Para que serve o Marketing de conteúdos

Um bom marketing de conteúdos mostra ao vossos clientes que vocês se importam com eles. Ou seja, o marketing de conteúdos é uma componente de um bom apoio ao cliente.

A atenção às vossas redes sociais de dar aos fãs e seguidores informações úteis até aos textos no website, são agora a cara e montra da empresa.

Consome uma quantidade significativa de tempo e esforço para se conecção com os clientes, mas isso mostra que a empresa realmente quer conversar com eles e, sobretudo, faz com que eles se sintam ouvidos. Desta forma, os vossos clientes irão respeitar mais o vosso negócio e, ainda melhor, irão partilhar os bons conteúdos que vocês publiquem.

serviços de marketing conteudos

Copywrite e conteúdos para o website e blog

Os vídeos em websites e blogs são uma componente importante no Marketing de conteúdos. No entanto, o Google não consegue saber o que está dentro deles (ainda). Por isso, conteúdos em texto são ainda um dos pontos principais do ranking do Google, nem que seja nas descrições dos vídeos.

Antigamente o copywriter tinha de escrever slogans e outros conteúdos que agarrassem as pessoas a uma marca. Se víssemos um anúncio na TV não poderíamos comprar imediatamente o produto. Se recebêssemos um “flyer” teríamos de o guardar e ir ao local.

Actualmente um bom copywriter tem de ser preocupar com 3 factores:

Robots

Todo o texto tem de ser pensado e conter as keywords certas para ser encontrado e valorizado pelos algoritmos dos motores de busca.

Atenção

Os conteúdos devem ser interessantes para captar a atenção e interesse em ler, ver ou ouvir.

Conversão

O conteúdo tem de criar o impulso e direccionar as pessoas para a venda

A importância do  marketing de conteúdos no SEO

O SEO é basicamente fazer com que as pessoas encontrem a agulha (vosso site) no palheiro da internet. Todos lutam por aparecer nos primeiros lugares. Isto por uma boa razão: mais de 90% das pesquisas não passam da primeira página e mais de 80% apenas clica nos primeiros 3 resultados.

Felizmente para a Máquina de Escrever, o novo algoritmo do Google privilegia cada vez mais a qualidade dos conteúdos. Antigamente, técnicas de black hat SEO e keyword stuffing colocam um site no topos das pesquisas, agora o Google consegue perceber e valorizar os melhores conteúdos. Ou seja, o Marketing de Conteúdos está a ganhar uma nova dimensão em especialistas de SEO.

Para saberem mais sobre a importância do copywrite para o SEO, leiam este artigo, maravilhosamente bem escrito pela Máquina de Escrever.

Se quiserem saber o que é o SEO, podem consultar este artigo que, na nossa opinião, está maravilhosamente bem escrito pela Máquina de Escrever.

busto do cristiano ronaldo no marketing

Como é que o Google analisa a qualidade dos conteúdos

O Brain Rank (nova forma como o Google quer chamar ao seu algoritmo) valoriza a chamada “user experience”. Esta avaliação é dada através dos seguintes factores:

  1. Bounce rate – Se o visitante entrou e saiu rapidamente do site. Isto mostra ao Google que aquele site não é o correcto para as keywords pesquisadas.
  2. Tempo que o utilizador está na página – mostra o interesse dado ao conteúdo.
  3. Navegação dentro do site – Se após consultar a informação, o utilizador consultou mais informação dentro do mesmo site.

Então como fazemos que as pessoas não “saltem” fora do nosso site, fiquem mais tempo, naveguem por lá dentro e, mais importante, comprem os nossos produtos e serviços? Simples, com bom marketing de conteúdos.

“Dantes mais era mais. Agora menos pode ser mais, desde que melhor seja melhor.”

Jungle Mythical Man, Marketing Genius Guru

Devo ou não ter um blog

Como bons marketeers a nossa resposta é óbvia: depende.

Por um lado o Google gosta de nova informação. Também gosta que o site tenha “peso”, ou seja não só a qualidade do conteúdo mas também quantidade. No entanto o novo algoritmo também valoriza que os conteúdos antigos sejam actualizados. Ou seja, páginas ou posts antigos podem ser acrescentados e corrigidos.

Apesar do Google gostar de muita quantidade de informação, a qualidade está a ter um peso cada vez maior no avaliações dos sites.

Ou seja, devemos ter um blog desde que tenhamos a capacidade para criar bons conteúdos. No caso de ter um blog que aumente a “bounce rate” então estamos a dar tiros no pé e estragar o bom trabalho que fizemos nas páginas estáticas do nosso website.

Quando a criatividade falha:

falta de criatividade no marketing conteudos

Precisam de Marketing de Conteúdos?

Não precisam ter filhos para ter conteúdos. Basta contratarem a:

Marketing de conteúdos para redes sociais

A timeline do Facebook é gerida por um algoritmo conhecido como EdgeRank. A quantidade e “qualidade” de pessoas vão receber o vosso post depende de vários fatores, como o tempo da post, o número de gostos, comentários e partilhas que esse post teve. Basicamente, quanto melhor for o post e mais pessoas deixarem algum tipo de feedback nessa publicação, mais pessoas irão vê-lo. No Youtube o algoritmo é parecido para os vídeos recomendados, o Instagram está a ir pelo mesmo caminho e o resto das redes sociais seguem o exemplo dos líderes. Percebem agora porque é que tanta gente pede para colocar likes, subscrever ou partilhar os conteúdos?

Ou seja conversar com fãs nas redes sociais é apenas uma parte da batalha. É importante garantir que o conteúdo que produzido tem de ter uma das duas componentes:

  • Utilidade
  • Entretenimento

Vídeo – O futuro O presente do marketing de conteúdos

Não vale a pena estar aqui a dizer que o vídeo é o futuro. Já é o presente. Em termos digitais o consumo de vídeos tem vindo a aumentar à medida que o acesso tecnológico é cada vez mais barato. Mas aqui ficam uns números para pensarem, projectados pelo Hubspot:

  • Imobiliário

    Os anúncios de casas com vídeos recebem mais contactos em:

  • 403%
  • Newsletters

    O vídeo em newsletters converte em mais:

  • 200% a 300%
  • Website

    O vídeo numa landing page converte em mais de:

  • 80%
  • Youtube

    No Youtube, o consumo de vídeo em smartphones aumenta por ano:

  • 100%

O humor vende

E há muitos mais dados mas leiam o artigo da Forbes se não acreditam em nós. Mas há uma coisa que não é falada. Não basta fazer um vídeo qualquer.

Há 3 grandes tipos de conteúdos que são consumidos no mundo digital, quando falamos de vídeo.

Se a vossa empresa não se dedica ao jornalismo ou à música então o melhor é mesmo pensarem em colocarem humor na vossa comunicação.

O humor torna a comunicação mais eficaz!, Millward Brown

O humor torna os anúncios e outras formas de comunicação mais agradáveis. Cria ligações emocionais com quem vê/lê e, também importante, torna-os mais facilmente recordáveis.

No entanto, há sempre um senão, que neste caso é um no entanto.

O humor pode distrair da mensagem que estamos a querer passar. Um anúncio pode ser o melhor sketch do mundo mas se quem vê não percebe qual o produto/serviço e seu benefício estamos apenas a gastar dinheiro aos nossos clientes.

Se fosse fácil, nós não éramos os maiores nisto.

O nosso foco é único: aumentar as vendas dos nossos clientes. Seja através de vídeo ou da criação de qualquer outro tipo de conteúdo.

Visualizações por tipo de vídeo

  • Comédia
  • Notícias
  • Música

Porquê contratar a Máquina de Escrever

infograficos pela maquina de escrever

Porquê usar infográficos

Os infográficos são uma forma criativa de mostrar dados e mensagens rápida e eficazmente através de uma ilustração. A base é a estória ou a mensagem que queremos passar e depois os designers contam-na adicionando cores, formas, imagens, gráficos e outras formas ilustrativas que facilitem a assimilação por quem lê. Vamos ver o que está a acontecer aos vossos potenciais clientes:

1. Bombardeamento de informação

Não são apenas empresas que querem comunicar os seus produtos e serviços. Actualmente, jornais, revistas, TV, canais de Youtube, canais nas redes sociais, família, amigos, filhos, etc. competem pela nossa atenção a qualquer hora que estejamos acordados. Esta nova realidade fez-nos, para além de dispersar mais facilmente, levantar algumas barreiras. Já não é qualquer coisa que capta a nossa atenção e damos cada vez menos tempo antes de decidirmos se lemos/vemos o conteúdo ou passamos à próxima coisa.

2. Atenção pior que um peixe

Nem é preciso ir ao século passado onde dedicávamos minutos a perceber se gostávamos de um programa de TV ou de uma notícia de jornal. Desde o ano 2000 a capacidade de atenção reduziu para menos de 8 segundos (pior que um peixinho de aquário). Ou seja, temos uma fracção de um minuto para agarrar os nossos potenciais clientes. A melhor forma é mostrar que o vosso conteúdo não é como este que estamos a escrever (este é apenas para pessoas inteligentes, por isso muitos parabéns desde já). Temos de mostrar cores, letras e números grandes para dar logo a entender que não vai dar trabalho a ler.

3. Estímulos cerebrais cada vez mais visuais

O nosso cérebro gosta de ver. Apesar de o sentido preferido ser diferente de pessoa para pessoa, a nossa evolução tem feito com que, de uma forma geral, a visão esteja a ganhar cada vez mais vantagem. Muitos de vocês que estão neste momento a ler isto, nem têm noção dos barulhos que estão à vossa volta. Desligamos cada vez mais da enorme poluição sonora, pois são tantas as fontes e formas de sons e ruído que o nosso cérebro tem de desligar, para entrar em “overdrive”.

Vantagens de Infográficos

Maior retenção da mensagem

As cores funcionam. As paletes de cores são estudadas minuciosamente por psicólogos para ajudar os marketeers. Os campeões de memória usam um método para os ajudar a lembrar. Sejam cartas ou sequências de números, estas pessoas utilizam métodos de associação do que se querem lembrar a algo físico como uma pessoa ou um objecto. No caso dos infográficos, juntamente com as cores e um design atractivo, letras e números com maior font ajudam quem lê a reter melhor a mensagem.

Geram partilhas

Uma das principais razões no mundo digital. Infográficos geram muitas partilhas. Isto é bom porque:

  1. Mais pessoas recebem a vossa mensagem
  2. Melhor page rank no google para a vossa página. Melhor SEO!

Custo de Infográficos

Depende da qualidade de design e tempo que consome a resumir a vossa mensagem. Mas um infográfico pode ser relativamente barato. Um destes bichinhos aqui ao lado pode ficar-vos por 50 euros. A vantagem é que irão poupar esse dinheiro em adwords e facebook ads, pois terá mais partilhas e sobretudo atenção espontânea.

Conteúdo é o rei

Esta frase já é um cliché. A criação de conteúdos é o pontos fortes da Máquina de Escrever. Criamos conteúdos interessantes que não só promovem o vosso site, como também facilitam todo o processo de compra, quer este aconteça on ou offline.

Mas a Máquina de Escrever tem outras formas baratas de manter os vossos fãs constantemente agarrados aos vossos canais e envolvidos com a vossa marca sem estar constantemente a produzir conteúdos caros. Contactem-nos para saber como.